"Tails Dolls" minha experiência

 Depois do trabalho eu achei que deveria comprar um jogo para o meu filho. Ele gostava do Mario, Sonic, e Donkey Kong, então eu comprei um jogo que ele nunca tinha jogado. Chamava-se Sonic R. Pelo que eu entendi era um jogo de corrida, e era bem novo na época.

Eu corri para casa para dar-lhe o jogo, e dei um beijo na bochecha da minha esposa. Ela estava animada por eu estar dando um presente para ele. A animação encheu seus olhos, e eu posso dizer que ele mal podia esperar para jogar. Ele foi para o seu quarto, e eu estava logo atrás dele para vê-lo jogar. Dois dias se passaram e ele me disse que estava quase terminando o jogo. Eu o vi derrotar o último "chefão", e ele rugiu de animação ao derrotá-lo. Me senti bem por ele, dei um tapinha em sua cabeça, e perguntei como tinha sido.

Só que o peculiar era que, enquanto eu fazia isso eu olhei para os créditos do jogo, e apontei, perguntando: "O-o que é isso?". Ele disse que era o Tails Doll. Perguntei o que era  o Tails Doll. Ele apenas disse, novamente, que era o Tails Doll.

Obviamente eu levei minha mão ao rosto, e ignorei a situação. O pedi para ir dormir. Quando ele dormiu, a curiosidade tomou conta de mim. Fui para o seu quarto, calmamente diminui o volume da TV, e comecei a jogar Sonic R.

Sabendo que meu filho já havia terminado o jogo, eu decidi jogar do começo, porque já o tinha visto jogar. Notei que poderia jogar como "Tails Doll". Sabendo que essa era a razão principal para eu querer jogar o jogo, eu o escolhi.

Era bem divertido, até eu ter que enfrentar o Sonic...bem quando eu apertei aquele botão toda a minha vida tinha mudado. Minha vida estava na palma de sua mão. Primeiramente estava tudo calmo...então a tela desligou junto com o video game. Deixei as coisas do jeito que estavam, e fui para a cama com a minha esposa. Nos abraçamos até cairmos em sono profundo.

Por volta das 2h da manhã eu comecei a escutar batidas na minha porta. Mantendo-a fechada, e sabendo que meu filho poderia querer jogar comigo, eu disse "pare, e volte para a cama". As batidas continuaram. Fiquei muito irritado, e quando levantei eu notei que havia uma pequena sombra vindo debaixo da minha porta. Nada comparado a uma sombra normal.

Comecei a ficar maluco. A palavra "Tails" começou a pipocar na minha cabeça. Lentamente eu abri a porta. E ouvi, fracamente, essas palavras que nunca esquecerei novamente:

"Você virá comigo para sempre."

Era um boneco. Maligno, coberto de sangue, e possuído  Era do jogo. Tinha que ser. Parecia muito. Gritei acordando toda a casa, quando começou a arranhar o meu pé. Estava rosnando agressivamente e meus gritos estavam cada vez mais altos. Minha esposa chamou a polícia. O boneco arrastou-se pelo chão, correndo de mim.

Seu guincho era horrível, e deixou uma trilha do meu sangue por trás dele. Disse que tem o que ele precisa, e que não pôde terminar seu trabalho esta noite. Desde aquele dia eu tenho medo de dormir durante a noite. Vou dormir por volta das 6h da manhã, e acordo às 8h da noite, e começo o meu dia. Sei que isso pode parecer brincadeira...mas não é. Posso jurar que desde aquele dia eu tenho muito medo até de pensar em cair no sono durante a noite.


Nenhum comentário:

Postar um comentário