Amizades do facebook


Sabe aquelas pessoas no Facebook que te manda solicitação de amizade sem você ao menos conhece-la?Bem, vamos apenas dizer que eu sou uma dessas pessoas...

Tudo começou cerca de um ano atrás, eu acho, mas eu não consigo me lembrar exatamente quando, pois muitas coisas aconteceram desde então.

Vamos começar pelo começo. Eu nunca tive qualquer intenção de entrar no Facebook. Eu era um solitário do primeiro ano e eu raramente tinha amigos.

Eu não queria me humilhar por deixar o mundo inteiro saber o quanto eu era um perdedor, mas eu estava convencido depois de ouvir toda a gente a falar sobre essa rede social, eles não falavam comigo, é claro, mas sim em torno de mim - apenas alto o suficiente para que eu fosse capaz de ouvir.

Eu odiava o fato de ninguém nunca querer conversar comigo. Era como se eu nem sequer existia, ou algo assim, como se minha existência não significava nada para esses filhos da puta.

Eu estava cansado de tudo isso, então eu decidi criar o meu próprio Facebook. Foi assustador no começo, você sabe, deixar todo o mundo saber o que eu estava fazendo. Era basicamente dar a minha privacidade e liberdade para tentar, finalmente, ser como os outros.

A ironia da coisa toda é que eu estava com medo de deixar stalkers e serial killers saberem o que eu estava fazendo, no final você vai entender porque isso foi irônico. A princípio, o Facebook parecia muito estranho para mim. Tive mensagens zero, zero, notificações e zero solicitações de amizade. Era exatamente como no mundo real, só que desta vez o mundo inteiro parecia ver minha solidão.

Mas, independentemente, eu criei coragem e comecei a explorar o site. Ainda me lembro da primeira coisa que fiz quando comecei a usá-lo. Lembro-me de forma tão clara, era um jogo sobre os peixes, talvez você já deve ter jogado. Esse jogo era o meu favorito! Eu costumava passar horas sobre ele, gostava de comprar inúmeros peixes... E então não alimentá-los para vê-los morrer. Observar os peixes morrerem foi muito divertido! Eu teria provavelmente ficado lá para sempre se não fosse por uma solicitação de amizade. Eu não podia acreditar. alguém queria ser meu amigo! Eu imediatamente cliquei para aceitar. Foi a melhor sensação que eu poderia descrever.

Então, é aqui onde minha história começa:


Depois que eu cliquei naquele perfil no Facebook, eu descobri tudo sobre aquela pessoa, todos os lugares que ela tinha visitado e todas as postagens dela e todas tinham pelo menos cinco likes em cada. Eu queria tanto que isso. Então eu comecei a bisbilhotar na sua lista de amigos e eu adicionei cada pessoa que ele era amigo. Demorou cerca de cinco horas para fazer, mas valeu a pena . Em pouco tempo a minha página tinha crescido de um amigo para quase 12 e desses amigos que aceitaram que eu não sabia absolutamente nada sobre eles... mas só porque eu era amigo deles no Facebook que eu aprendi tudo.

Passei as duas primeiras semanas somando todas as pessoas que conhecia meus amigos e uma vez que se tornaram meus amigos que eu adicionei todo mundo que eles conheciam. Sim, a minha popularidade foi crescendo. As pessoas finalmente começaram a saber quem eu era. Era tudo tão maravilhoso. Os colegas  da minha escola começaram a falar comigo. Era uma loucura, simplesmente bizarro. Eu comecei a apaixonar-se pelo Facebook. Viciado se você preferir.

Eu odiava não estar online, o pensamento de não saber o que todo mundo estava fazendo ou o que eles estavam pensando era esmagador na minha cabeça. Eu odiava isso, o maldito horário escolar parecia passar uma eternidade no inferno. Mas eu passei cada momento que eu tinha livre no site. Comecei a sonhar com o site e logo parei de sonhar completamente.
Eu desenvolvi a insônia que foi ótimo para mim, porque sabia que eu poderia gastar uma quantidade infinita de tempo no Facebook, especialmente porque o ano letivo tinha acabado de terminar. Era doce para eu ser capaz de passar todos os momentos de vigília da minha vida no Facebook. Mas gastar tanto tempo com isso permitiu-me ver também o lado obscuro do Facebook. havia pessoas lá que não aceitavam minhas solicitações de amizade. Eu tinha enviado para dezenas de milhares de pessoas e ainda assim eu só tinha cerca de 2000 amigos. Era óbvio que essas pessoas tinham alguma coisa contra mim...


Por que outra razão que eles não queriam ser meu amigo ?

Isso. Por que não?

Tinha que haver uma solução para toda essa loucura e era óbvio. yeah! Era tudo tão claro, então... Tudo o que eu tinha a fazer era me livrar deles.
Eu ainda me lembro da minha primeira vítima - tão inocente. Verdadeiramente eu não tinha nada contra ela, ela era tão jovem e bonita. Ainda me lembro daqueles olhos... aqueles penetrantes olhos negros.

A coisa que me lembro sobre ela que realmente nunca vou esquecer, foi o quanto ela sangrou e quanto ela gritou.Foi uma sensação diferente, que eu senti, então - matei a garota - Essa sensação era tão boa que me permitiu enxergar que existe muito mais vítimas.

Comece a pensar sobre isso, eu lhe enviei um pedido de amizade. Eu pensaria duas vezes antes de negá-lo, se eu fosse você.